DESENVOLVIMENTO HUMANO E ESCUTA TERAPÊUTICA

Apresentação
Ações de ensino, pesquisa e extensão com foco em desenvolvimento humano e escuta terapêutica, capacitando estudantes da área da saúde para um atendimento mais humanizado e oferecendo à sociedade um serviço qualificado de atenção multidisciplinar inexistente na região.

Introdução
A abertura a um autêntico interesse em ouvir o outro, rompendo o monólogo próprio à discursividade tecnocientífica, é o desafio da escuta terapêutica. A prática da escuta por estudantes de saúde proporciona o reconhecimento do sofrimento do outro, preparando-os para uma atenção mais qualificada e humanizada. Os indivíduos estão em desenvolvimento desde a sua concepção até a sua morte, sendo que o acometimento por doenças e o enfrentamento de vulnerabilidades ao longo do seu desenvolvimento apresentam-se como desafios para uma experiência de vida compensadora. O objetivo desse projeto é oferecer um espaço de atenção à saúde multidisciplinar, que privilegie a escuta terapêutica e as características individualizadas de desenvolvimento, capaz de auxiliar os indivíduos atendidos a aumentar sua capacidade de enfrentamento de doenças ou vulnerabilidades. Trata-se de uma ação pioneira que beneficiará a sociedade com o oferecimento de uma perspectiva de atenção à saúde inovadora e treinará profissionais de saúde em formação numa perspectiva mais ampliada e humanizada de atenção à saúde.

Objetivo Geral
Desenvolver atitudes e espaços de genuíno encontro intersubjetivo para o exercício de uma sabedoria prática para a saúde, considerando as características de desenvolvimento e necessidades de escuta terapêutica.

Objetivos Específicos
Identificar características específicas de desenvolvimento em indivíduos acometidos por doenças ou por vulnerabilidades; Oferecer atenção à saúde humanizada com vistas a restaurar ou melhorar as condições de desenvolvimento humano; Oferecer escuta terapêutica qualificada a indivíduos sob regimes de cuidados paliativos e seus familiares.

Justificativa
A universidade deve contribuir para que o conhecimento produzido em seu meio seja disseminado entre a sociedade, permitindo que seus estudantes estejam aptos a oferecer práticas mais humanizadas de atenção à saúde. Há uma lacuna na literatura científica que justifica a estruturação e execução de projetos que estejam voltados para o desenvolvimento humano e a escuta terapêutica.

Beneficiário
Alunos de graduação e pós-graduação da área de saúde da UNIFAL-MG e indivíduos da comunidade nas suas mais variadas fases de desenvolvimento humano, em especial aqueles que sofrem de condições crônicas e estão sob cuidados paliativos.