LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E SUAS CULTURAS: SOCIALIZAÇÃO E APRENDIZAGEM

Apresentação
O projeto “Línguas estrangeiras e suas culturas – socialização e aprendizagem", com o objetivo de contribuir com a melhoria da qualidade de vida dos idosos a partir do conhecimento de línguas estrangeiras, oferecendo oportunidades de articular a aprendizagem à diversidade cultural e a socialização com pessoas da mesma faixa etária, bem como com os jovens e adultos que ministrarão os cursos.

Introdução
Em uma pesquisa realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em um comunicado em 2002, o percentual de idosos no Brasil chegava a mais ou menos em 8,6%. Essa mesma pesquisa revela que a projeção para 2020 será de uma população idosa de 13%, um número que vem crescendo mais que a proporção de crianças nessa mesma época. Assim, é necessária uma política pública que abarque esse contingente. Por isso, em 2003, foi sancionada a lei 10.74, que dispõe sobre o Estatuto do Idoso, destinado a regular os direitos das pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. Nesse Estatuto, destaca-se o capítulo V, sobre educação, cultura, esporte e lazer. O artigo 20, que é o primeiro do capítulo, salienta que o idoso tem direito a educação e cultura, entre outros serviços, que considerem a sua condição e idade. Ao final, o Estatuto estabelece, no artigo 43, que cabe às universidades, entre outras atribuições, “suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural” e “prestar serviços especializados à comunidade”. Consciente de suas responsabilidades com os idosos, a Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG), por meio da Pró-Reitoria de Extensão, vivifica o Programa Universidade Aberta à Pessoa Idosa, UNAPI, com cursos, projetos e serviços destinados ao público da Terceira Idade. É dentro desse contexto que se insere o projeto “Línguas estrangeiras e suas culturas – socialização e aprendizagem”, com o objetivo de contribuir com a melhoria da qualidade de vida dos idosos a partir do conhecimento de línguas estrangeiras, oferecendo oportunidades de articular a aprendizagem à diversidade cultural e a socialização com pessoas da mesma faixa etária, bem como com os jovens e adultos que ministrarão os cursos.

Objetivo Geral
Oferecer uma oportunidade de inserção social que articula os conhecimentos da língua estrangeira à diversidade cultural, com ênfase na aprendizagem e socialização do idoso.

Objetivos Específicos
Oferecer cursos de língua estrangeiras voltadas para os idosos, conforme indica o artigo 21 do Estatuto do Idoso: adequando currículos, metodologias e material didático aos programas educacionais a ele destinados; Integrar o idoso à vida moderna a partir do conhecimento da língua e da cultura estrangeira.

Justificativa
O envelhecimento da população brasileira, conforme a pesquisa do IBGE de 2002, é um dado nos leva a pensar na socialização do idoso na sociedade. Assim, o projeto “Línguas estrangeiras e suas culturas – socialização e aprendizagem” se insere nesse contexto, levando ao idoso conhecimento, diversidade cultural por meio da socialização entre os alunos da terceira idade com os jovens e adultos que ministrarão os cursos.

Beneficiário
Participantes do Programa Universidade Aberta à Pessoa Idosa, UNAPI.