EM BUSCA DO EQUILÍBRIO

Apresentação
O Projeto Em busca do Equilíbrio surgiu a partir das demandas dos estudantes da Universidade Federal de Alfenas. Muitos estudantes apresentam dificuldades em relações interpessoais, queixas de não disponibilizarem tempo para realização de atividades físicas e para a manutenção de um estilo de vida mais saudável, além de apresentarem sintomas ansiosos e depressivos durante a graduação. Assim, este projeto pretende, por meio de ações de promoção de saúde, como a oferta de atividades físicas, esportivas, recreativas, oficinas culturais, práticas integrativas e complementares, entre outras atividades, propiciar alívio do estresse e uma melhor qualidade de vida no meio universitário. Essas atividades serão oferecidas também à comunidade externa, pois um de nossos parceiros para a oferta dessas atividades, será o Programa Cidade Escola, da Secretaria de Educação e Cultura do município de Alfenas.

Introdução
O setor de Acolhimento da PRACE, iniciado em fevereiro de 2016 tem verificado uma demanda de estudantes da UNIFAL-MG em sofrimento psíquico. As queixas variam de sintomas ansiosos e/ou depressivos e dificuldades em lidar com a rotina acadêmica. O Plano Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) prevê e propõe ações e serviços de promoção, prevenção, apoio e acompanhamento aos estudantes. Contudo, muitas Instituições Federais de Ensino Superior (Assis & Oliveira, 2010) e a própria UNIFAL-MG têm tido dificuldades em implementar essas ações por falta de recursos humanos. Por isso e diante do exposto, salientase a importância do desenvolvimento de atividades físicas, esportivas, recreativas, culturais e práticas integrativas e complementares em parceria com outras instituições e colaboradores para promover a saúde e o bem-estar físico e emocional no contexto universitário e cotidiano.

Objetivo Geral
Contribuir para a promoção do bem-estar físico e psíquico, não só para a comunidade acadêmica da UNIFAL-MG (discentes e servidores), mas também para a comunidade externa.

Objetivos Específicos
- Oferecer atividades físicas e esportivas, dentre outras atividades; - proporcionar espaços, possibilidades e alternativas de aprendizado, de atuação participativa e de sentimento de pertença à comunidade; - oportunizar atividades de integração entre comunidade acadêmica e comunidade externa.

Justificativa
O ingresso na Universidade para o jovem, ao mesmo tempo em que sinaliza uma conquista, pode se tornar um período crítico, de maior vulnerabilidade e desenvolvimento de sofrimento e transtornos psíquicos, pois é um período em que o jovem se distancia do núcleo familiar e se insere em um novo contexto que requer adaptações, novas posturas e responsabilidades. Estudos apontam que a prevalência de sintomas depressivos, de ansiedade, uso de álcool e outras drogas e suicídio é maior entre os estudantes universitários quando comparados à população geral. Isso ocorre porque esses estudantes estão sujeitos a potentes estressores, tais como rede de apoio deficiente, sobrecarga de conhecimentos, dificuldade na administração do tempo, responsabilidade e expectativas sociais diante da vida acadêmica, falha no desenvolvimento de habilidades sociais para lidar com as questões relacionadas à adaptação à vida universitária. Por isso, faz-se necessário propostas de prevenção (apoio ou suporte) e intervenção para esta dada população.

Beneficiário
Discentes, Servidores e Comunidade Externa.