ARTES MARCIAIS: KARATÊ E AIKIDO

Apresentação
Os ambientes e as rotinas de trabalho, independentemente de sua natureza, acarretam alterações fisiológicas no trabalhador em função da pressão por produtividade, desgastes interpessoais, atividades com máquinas e materiais perigosos, falta de condições adequadas para trabalho, postura inadequada, movimentos repetitivos, dentre outros. Estes fatores, aliados a fatores pessoais e familiares, incluindo consumo excessivo de álcool, tabagismo, dieta inadequada e sedentarismo, são fatores determinantes ou de risco para o surgimento de uma série de doenças cardiovasculares, ortopédicas, distúrbios do metabolismo, depressão, distúrbios neurológicos e comportamentais. Por esses e outros motivos, o projeto artes Marciais : Karatê e Aikido vêm para ajudar na melhoria da qualidade de vida do trabalhador como filosofia não apenas habilitar a pessoa para o combate físico, mas sim para lutar pelo seu sustento, por uma vida harmônica, um convívio social mais pleno, pela felicidade.

Introdução
Programas de prevenção de doenças laborais, educação e reabilitação da saúde do trabalhador é extremamente desejável, sendo até uma necessidade para garantir qualidade, produtividade e competitividade profissional sem comprometimento da saúde. Neste contexto, atividades físicas aeróbias, especialmente aquelas que aliam exercícios físicos e de concentração, autocontrole e disciplina são de extrema utilidade em programas de medicina preventiva do trabalho e aumento da qualidade da saúde e da produtividade do trabalhador.

Objetivo Geral
Os objetivos gerais deste projeto é oferecer a prática das artes marciais à comunidade acadêmica e à população em geral como atividade de condicionamento físico, de treinamento para autocontrole, do equilíbrio emocional, de combate ao estresse e às doenças cardio-respiratórias, difundindo estas artes como filosofia, além da sua prática como esporte e autodefesa como forma de melhoria de qualidade.

Objetivos Específicos
Os objetivos específicos são: introdução ao conhecimento e prática das bases fisiológicas dessas artes; oferecer à comunidade atividade física aeróbica, de baixo impacto ósteo-muscular, para condicionamento físico; utilizar essas práticas como filosofia de não violência, de meditação, concentração e autocontrole; oferecer à comunidade a oportunidade de treinamento com instrutor qualificado; utilizar essas práticas como ferramentas de combate ao estresse, ao sedentarismo e como alternativa terapêutica ao equilíbrio fisiológico do indivíduo.

Justificativa
Proporcionar uma melhor qualidade de vida aos seus praticantes, através de sua filosofia, seja como arte, autodefesa, ou mesmo, como atividade física, visando equilíbrio emocional, condicionamento físico (adequado a qualquer idade), cultura e todos os demais valores propagados pelas artes marciais tradicionais.

Beneficiário
Servidores ativos e inativos (professores e técnico-administrativos em educação), seus dependentes diretos e acadêmicos da UNIFAL-MG e convidados da comunidade externa.