ME COMUNICO EN ESPAÑOL

Apresentação
O curso se estrutura no desenvolvimento das quatro habilidades linguísticas em espanhol, mediante o trabalho de compreensão de textos orais e escritos autênticos e a produção de textos nas modalidades oral e escrita, considerando os diferentes gêneros discursivos. Durante o curso, serão abordados, a partir de uma perspectiva intercultural, temas relevantes na sociedade contemporânea, como meio ambiente, saúde, alimentação, infraestrutura urbana, adoção de animais, violência nas cidades, entre outros, visando sua discussão em sala de aula para promover uma reflexão sobre a realidade brasileira e a dos países hispânicos, ampliando, portanto, a visão de mundo dos alunos e favorecendo também uma mudança de hábitos. O curso busca o aprimoramento profissional, acadêmico, cultural e pessoal de seus participantes.

Introdução
O curso que nos propomos a oferecer visa o desenvolvimento das quatro habilidades linguísticas em língua espanhola, sendo elas a compreensão e expressão oral e escrita, tendo em vista os diferentes gêneros discursivos. São três as perspectivas teóricas que orientarão o nosso trabalho. Por um lado, nos apoiamos na concepção biológica de língua (CHOMSKY, 1981, 1986) aliada à concepção social (LABOV, 2008; WEINREICH, LABOV e HERZOG, 2009). São essas as perspectivas teóricas que vão orientar a descrição linguística e o funcionamento da língua espanhola. Por outro lado, como nosso curso tem por objetivo o desenvolvimento das quatro habilidades linguísticas e, de acordo com Bakhtin (2003, apud VARGENS e FREITAS, 2010), a comunicação humana seria viabilizada pelos gêneros discursivos, mediante os quais os enunciados se concretizam, nosso trabalho será orientado também pela perspectiva sociointeracionista de linguagem. Sendo assim, o estudo e aperfeiçoamento da gramática da língua espanhola seriam dirigidos à produção oral e escrita. Nesse sentido, com relação ao trabalho com a gramática, seguiremos a proposta de Barros e Costa (2010) de que se deve privilegiar uma abordagem indutiva dos temas gramaticais, sua compreensão a partir da língua em uso e propiciar ao aluno o emprego da gramática para a comunicação. Além do desenvolvimento das quatro habilidades linguísticas, nosso curso visa também a discussão de temas relevantes na sociedade contemporânea, como meio ambiente, saúde, alimentação, infraestrutura urbana, adoção de animais, violência nas cidades, entre outros, para levar os alunos a uma reflexão sobre a realidade brasileira comparada à realidade dos países hispânicos, tendo em vista a perspectiva intercultural (PARAQUETT, 2010). O curso busca, portanto, um aprimoramento nos âmbitos profissional, acadêmico, cultural e pessoal dos participantes. Espera-se, por um lado, que os alunos possam desenvolver e aperfeiçoar a sua capacidade de comunicação em língua espanhola. Por outro lado, espera-se que estes possam conhecer a realidade dos países hispânicos no que concerne aos diferentes temas que serão discutidos no curso, ampliando, assim, a sua visão de mundo, mudando hábitos do cotidiano e exercendo a sua cidadania de maneira mais plena.

Objetivo Geral
O objetivo geral do curso é proporcionar aos alunos o desenvolvimento das quatro habilidades linguísticas em espanhol, mediante o trabalho de compreensão e expressão oral e escrita em diferentes gêneros discursivos, bem como propiciar uma reflexão sobre temas relevantes na sociedade contemporânea a partir da perspectiva intercultural.

Objetivos Específicos
Os objetivos específicos do curso são: (1) desenvolver as quatro habilidades linguísticas em espanhol, sendo elas a compreensão e expressão oral e escrita, considerando os diferentes gêneros discursivos; (2) aperfeiçoar o conhecimento em alguns tópicos gramaticais, visando seu uso na comunicação; (3) com base na perspectiva intercultural, refletir sobre temas da sociedade contemporânea, como meio ambiente, saúde, alimentação, infraestrutura urbana, adoção de animais, violência nas cidades, entre outros, a fim de comparar a realidade brasileira com a dos países hispânicos, ampliando, assim, a visão de mundo do aluno e propiciando uma mudança de hábitos; (4) promover o aprimoramento profissional, acadêmico, cultural e pessoal dos participantes.

Justificativa
O curso que nos propomos a ministrar visa que os alunos desenvolvam as quatro habilidades linguísticas em língua espanhola, tendo em vista os gêneros discursivos, bem como que possam refletir sobre temas relevantes na sociedade contemporânea e comparar a realidade brasileira à dos países hispânicos, considerando a perspectiva intercultural. Buscamos com o oferecimento desse curso que os participantes possam se aprimorar nas esferas profissional, acadêmica, cultural e pessoal. Tivemos conhecimento de que há algum tempo atrás foi oferecido na Unifal um curso de língua espanhola. Sendo assim, nosso curso desempenharia o papel de proporcionar a esses antigos alunos e a outros que já tenham algum conhecimento de espanhol um aperfeiçoamento de sua capacidade de comunicação nessa língua, considerando a importância do conhecimento de línguas estrangeiras na sociedade atual. Além disso, o curso apresenta um caráter educativo, que seria intrínseco aos cursos de extensão. No que se refere à importância da aprendizagem das línguas estrangeiras, Sedycias (2012) afirma que a globalização da economia mundial fez com que a capacidade de comunicação em diferentes línguas se tornasse uma necessidade para os profissionais. Esse autor destaca o caso específico do Brasil e a necessidade de os brasileiros aprenderem o espanhol devido ao Mercosul e aos demais países do continente com os quais o Brasil pode estabelecer acordos comerciais. Conforme Sedycias (2012), a língua espanhola ocupa um lugar de destaque na comunidade internacional contemporânea, já que constitui a língua materna de 332 milhões de pessoas e tem uma importância internacional, sendo a segunda língua mais usada no comércio internacional e a terceira língua mais usada no âmbito da política, diplomacia, economia e cultura. Seu desconhecimento poderia levar à perda de oportunidades nas esferas comercial, econômica, cultural, acadêmica e pessoal. Para Sedycias (2012), a aprendizagem de uma língua estrangeira proporcionaria um enriquecimento profissional e pessoal ao aluno. No primeiro caso, o conhecimento de uma língua estrangeira estaria relacionado à ampliação das oportunidades laborais e na obtenção de promoção na carreira. Quanto ao enriquecimento pessoal, esse autor afirma que, além de entrar em contato com diferentes manifestações culturais produzidas na língua estrangeira, como literatura, filosofia, historiografia, folclore, música, cinema, cultura popular, entre outras, o aprendiz terá a oportunidade de criar uma realidade totalmente nova, uma vez que, a partir da aprendizagem dessa língua, torna-se capaz de considerar o mundo por outro ponto de vista.

Beneficiário
O curso que nos propomos a oferecer se destina à comunidade universitária (docentes, servidores, alunos) e à comunidade de Alfenas.