EDUCADORES PARTILHAM NA RODA

Apresentação
O projeto será desenvolvido com educadores da Escola Estadual Napoleão Sales, no município de Alfenas, o qual visa implementar as rodas de Terapia Comunitária Integrativa (TCI), com proposta de um ambiente de escuta e acolhimento dos problemas vivenciados. Constata-se que um dos problemas enfrentados neste espaço é a dificuldade de comunicação e de relação interpessoal entre educadores e adolescentes, associado a presença de sofrimento psíquico (LYRA, 2009). A TCI permite encontros interpessoais e cada participante torna o seu próprio terapeuta, o que contribuem para a restauração da autoestima e confiança em si, a ampliação da percepção dos problemas e possibilidades de resolução e enfrentamento a partir das competências desenvolvidas (BARRETO, 2008). Rocha et al (2009) complementam que as reflexões dos encontros de TCI são necessárias, uma vez que funcionam como mola propulsora para o empoderamento e resiliência, e assim contribui para a manutenção da saúde mental

Introdução
No cenário escolar observa-se que a comunicação e a relação professor aluno encontra-se bastante comprometida e com baixa efetividade (AMPARO et al., 2008), muitos educadores também se deparam com situações de rebeldia dos adolescentes, provocações e de rejeição as atividades propostas, o que gera desequilíbrio emocional nos professores (OLIVEIRA; FULGENCIO, 2010). Além de se deparam também com momentos estressantes e angustiantes, uma vez que vivenciam algumas questões sociais como o tráfico e o consumo de drogas, a violência, a formação de grupos e a atividades criminais, ou que corrobora com o prejuízo nas relações interpessoais (DUARTE, 2004). Neste contexto, é relevante conduzir atividades interventivas contribuindo para prevenir e/ou minimizar o sofrimento dos educadores, e assim, auxiliar o estabelecimento de vínculo afetivo entre professor-aluno, o que torna a escola um ambiente de suporte (OLIVEIRA; FULGENCIO, 2010).

Objetivo Geral
Implementar e conduzir as rodas de Terapia Comunitária Integrativa com os educadores no cenário escolar, como espaço de partilha, da construção de redes e da promoção da saúde mental.

Objetivos Específicos
Apreender na percepção dos educadores participantes da roda de Terapia Comunitária Integrativa os principais problemas vivenciados e estratégias de enfrentamento; Compreender a percepção dos educadores os efeitos da Terapia Comunitária Integrativa no seu cotidiano; Analisar os benefícios da TCI na saúde mental dos educadores

Justificativa
A TCI é uma intervenção de baixo custo que contribui para a construção de redes de apoio psicossocial (JATAÍ; SILVA, 2012), além do que tem um impacto positivo para a vida das pessoas que clamam por um espaço de acolhida, de valorização de experiências e de atenção, para atuar como peça-chave no processo de promoção da saúde mental e prevenção do adoecimento psíquico. As relações construídas na TCI permitem o apoio emocional, fortalecem vínculos, diminuem os casos de exclusão social, e contribui para a resiliência (ROCHA et al., 2013). Neste sentido, vislumbra a importância na condução das rodas de terapia Comunitária integrativa com os educadores contribuindo para partilha os sentimentos vivenciados, a promoção da saúde mental, e a melhoria da autoestima dos mesmos.

Beneficiário
Educadores