XADREZ NA ESCOLA: UM INSTRUMENTO PLURIDISCIPLINAR

Apresentação
O projeto tem por objetivo colaborar com o desenvolvimento cognitivo dos alunos. Os benefícios que o xadrez proporciona são de grande relevância, tais como: respeito mútuo, autonomia, tolerância, espírito de competição, sentimento de vitória e de derrota, conhecer e reconhecer o ponto de vista do outro. As inúmeras jogadas e possibilidades fazem com que as crianças exercitem o imaginário, aguçando sua criatividade através da elaboração de hipóteses e estratégias. O projeto de xadrez nas escolas tem como objetivo centrar o aluno e “convidá-lo” a trabalhar sua mente, estimulando-o a refletir e a repensar. As formas de ensino devem ser repensadas para enfrentamento dos desafios oriundos da globalização e a adoção do xadrez nas escolas propícia o desenvolvimento da aprendizagem e é medida que personaliza o direito social à educação. Pretende-se avaliar através de questionários e indicadores outros possíveis benefícios atribuídos a prática do xadrez.

Introdução
O ensino e a prática do xadrez têm grande relevância pedagógica, uma vez que tal procedimento implica, entre outros, no exercício da sociabilidade, do raciocínio analítico e sintético, da memória, da autoconfiança e da organização metódica e estratégica do estudo. Os benefícios que a prática do xadrez proporciona, principalmente nas crianças, tem sido de grande valia para o desenvolvimento deste esporte em nível escolar. O exercício de pensar e a concentração exigida colaboram para melhora no comportamento das crianças, em especial no ambiente escolar. Em uma época na qual os conhecimentos nos ultrapassam em quantidade, uma das melhores lições que a criança pode obter na escola é como organizar seu pensamento, e o estudo do xadrez pode contribuir com isso. Existem relatos da melhora nas habilidades de leitura de estudantes que passaram a praticar o xadrez regularmente. O xadrez pode ser utilizado na educação como instrumento inter, multi e pluridisciplinar, pois auxilia no desenvolvimento de algumas características do pensamento cognitivo, como abstração, memorização, raciocínio lógico, dedução, indução e seu vínculo com a informática e as novas tecnologias de informação permitem aumentar o espectro de sua utilização. O xadrez possui algumas características e implicações nos aspectos educacionais e de formação de caráter, de acordo com suas características, apresentada abaixo: a) Fica-se concentrado e imóvel na cadeira: o desenvolvimento do autocontrole psicofísico. b) Fornecer um número de movimentos num determinado tempo. avaliação da estrutura do problema e a distribuição do tempo disponível. c) Movimentar peças após exaustiva análise de lances: desenvolvimento da capacidade de pensar com abrangência e profundidade. d) Após encontrar um lance, procurar outro melhor: tenacidade e empenho no progresso contínuo. e) Partindo de uma posição a princípio igual, direcionar para uma conclusão brilhante (combinação): criatividade e imaginação. f) O resultado indica quem tinha o melhor plano: respeito à opinião do interlocutor. g) Dentre as várias possibilidades, escolher uma única, sem ajuda externa: estímulo à tomada de decisões com autonomia. h) Um movimento deve ser consequência lógica do anterior e deve apresentar o seguinte: exercício do pensamento lógico, auto consistência e fluidez de raciocínio. Desta forma, o jogo de xadrez pode ser utilizado nas escolas como instrumento para desenvolver a capacidade intelectual dos alunos. O ensino do xadrez atende à finalidade do Ministério da Educação de desenvolver habilidades, como memorização e raciocínio lógico-dedutivo, com alternativas que despertem a atenção dos estudantes. A escola que adotar esta ideia estará acrescentando em sua instituição um diferencial sem precedentes, exercendo amplamente seu papel na sociedade e fazendo jus à sua função básica: formar cidadãos. Uma verdadeira demonstração de responsabilidade social.

Objetivo Geral
Utilizar o jogo de Xadrez como uma ferramenta pedagógica e social, estimulando o raciocínio, a concentração e a criatividade, auxiliando no desenvolvimento escolar através do estimulo a desafios lógicos - matemáticos e a leitura de forma prazerosa em função do aspecto lúdico do jogo.

Objetivos Específicos
•Desenvolver no estudante uma atitude favorável em relação ao Xadrez que permita apreciá-lo como elemento gerador de cultura. •Desenvolver no estudante sua capacidade de concentração, atenção, memória, raciocínio lógico, inteligência e imaginação. •Priorizar a resolução de problemas. O aprendizado orientado à resolução de problemas propiciará ao aluno a oportunidade de analisar, avaliar e propor alternativas de solução às situações da vida diária. •Favorecer o desenvolvimento da linguagem enxadrística e sua habilidade de argumentação. •Resgatar, para seu uso pedagógico, o aspecto lúdico do Xadrez. •Aprender a lidar de maneira equilibrada as diferenças individuais. • Avaliar os impactos do xadrez no cotidiano dos estudantes.

Justificativa
O papel da escola na formação de cidadãos conscientes é algo a ser pensado e discutido quando os responsáveis preocupam-se com o futuro dos alunos. Hoje, a escola que não oferece atividades extras que dinamize e acrescente conteúdo e experiências diferenciadas a seus alunos, não é vista com bons olhos, tanto pela opinião pública quanto pelos pais. Nessa busca por melhorias na grade curricular, o ensino do Xadrez surge como uma boa opção, unindo o espírito inovador das instituições educacionais e a forte imagem de intelectualidade que o esporte-arte oferece. Os benefícios que a prática do Xadrez proporciona, principalmente nas crianças, tem sido de grande valia para o desenvolvimento deste esporte em nível escolar. O exercício de pensar e a concentração exigida colaboram para uma sensível melhora no comportamento das crianças, em especial no ambiente escolar. Atenção, raciocínio lógico e capacidade de resolver problemas, favorecem o desempenho escolar daqueles que o praticam. O psicólogo BINET (1891), primeiro criador dos testes de quociente da inteligência e professor da Universidade da Sorbonne, em Paris, iniciou suas experiências sobre algumas das possíveis contribuições do Xadrez para o desenvolvimento intelectual. Em diversos países do mundo (Rússia, França, Inglaterra, Argentina, Cuba, Espanha, México, Brasil e Venezuela, entre outros), tem-se iniciado projetos de Xadrez nas escolas com base em pesquisas educacionais e sociológicas que atribuem ao jogo de Xadrez uma série de importantes benefícios, vantagens ou virtudes que recomendam sua ampla difusão nos diferentes meios escolares. O projeto de Xadrez nas escolas justifica sua existência porque existem fortes indícios sobre o impacto positivo da prática e estudo do xadrez no desempenho escolar das crianças, de uma forma geral enxadristas apresentam bons desempenhos em diversas áreas acadêmicas ou não. As justificativas a esse projeto estão também relacionadas às suas múltiplas virtudes, relacionadas a formação de melhores cidadãos. A prática do Xadrez tem grande valor pedagógico e a atividade proporciona não apenas mais uma opção de lazer, mas a possibilidade concreta de desenvolvimentos dos estudantes em: raciocínio lógico, estratégico, e matemático. O xadrez apresenta diversas definições além do jogo em si, definições essas que corroboram a prática e estudo do mesmo, como por exemplo: • Artefato científico: devido ao fato do conhecimento no xadrez surgir através de pesquisas rigorosas e métodos próprios. Onde se constata a presença de uma base matemática (a matemática é instrumento e linguagem da ciência, da técnica e do pensamento organizado). Além do mais estimula o desenvolvimento de habilidades cognitivas tais como: atenção, memória, raciocínio lógico, inteligência, imaginação, e outras habilidades, capacidades estas, fundamentais no desenvolvimento futuro do indivíduo. •Elemento estruturador do tempo livre: a sua prática leva ao desenvolvimento de um comportamento disciplinado, que contribui para a capacidade de concentração, habilidades de observação, reflexão, análise de problemas e propostas de soluções (essenciais para um melhor desempenho nos estudos). Por ser um jogo de regras, dita uma pauta ética em um momento propício para a aquisição de valores morais. • O xadrez devido a sua busca pela harmonia de peças é também encarado como uma expressão artística, que proporciona prazer em seu estudo e prática. •Cultura: uma atividade lúdica de origem milenar que se tem distribuído por todos os países do mundo e que encerra um corpo de conhecimentos e experiências que constituem patrimônio cultural da humanidade. Estimula a auto-estima, a competição saudável e o trabalho em equipe. •A criatividade, a imaginação e a inteligência (elementos fundamentais para o sucesso de qualquer pessoa). Desta forma, o jogo de Xadrez pode ser utilizado nas escolas como instrumento pedagógico para desenvolver a capacidade intelectual dos alunos, atendendo assim, as recomendações do Ministério da Educação.

Beneficiário
O público alvo a que se destina este projeto de extensão se concentra em alunos de escola pública e particular de Varginha e Divisa Nova. Além de alunos da Universidade e demais interessados da comunidade externa.