EXAME CITOPATOLÓGICO: RASTREAMENTO DO CÂNCER DO COLO DO ÚTERO

Apresentação
O câncer cervicouterino (CCU) é uma neoplasia maligna de evolução lenta que tem como principal causa a infecção pelo Papiloma Vírus Humano (HPV) oncogênico . A infecção genital por este vírus é muito frequente e não causa doença na maioria das vezes. Entretanto, em alguns casos, podem ocorrer alterações celulares que poderão evoluir para o câncer (INCA, 2018). Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a incidência desse câncer aumenta em mulheres entre 30 e 39 anos de idade e atinge seu pico na quinta ou sexta década de vida (INCA, 2016). Além disso, o CCU está diretamente relacionado com as condições socioeconômicas menos favoráveis, o que evidencia a importância de medidas eficazes e preventivas (BILOTTI et al, 2017). O CCU pode ser prevenido e curável quando diagnosticado precocemente. As medidas preventivas devem ser realizadas para motivar a população feminina a pensar sobre as questões que ameaçam a sua saúde e a fomentar o autocuidado (PEUKER et a, 2017).

Introdução
A incidência do CCU em países subdesenvolvidos é aproximadamente duas vezes maior, se comparado aos desenvolvidos, sendo que 85% das mortes anuais ocorrem nos países em desenvolvimento. No Brasil, mesmo com campanhas e programas governamentais de prevenção, o CCU continua sendo um problema de saúde pública devido os seus altos índices de mortalidade (SANTOS, et al 2015). De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que aproximadamente 530 mil novos casos novos por ano no mundo, e que 265 mil mortes por CCU ocorrerão anualmente (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2016). No Brasil, entre os anos de 2018-2019, estima-se a ocorrência de 600 mil novos casos para cada ano. O câncer de colo de útero ocupa a terceira posição, sendo superado apenas pelo câncer de pele (não-melanoma) e pelo câncer de mama, com risco estimado de 15,43 casos a cada 100 mil mulheres O método de rastreamento de lesões precursoras do CCU é o exame preventivo ou exame citopatológico. (INCA, 2018).

Objetivo Geral
Atualizar os conhecimentos sobre a realização do exame preventivo do câncer do colo do útero de profissionais enfermeiros da rede básica do município de Alfenas e pós-graduandos enfermeiros da Escola de Enfermagem.

Objetivos Específicos
- Construir o curso sobre o exame citopatológico no ambiente virtual de aprendizagem - Plataforma Moodle. - Disponibilizar material de apoio didático e os recursos midiáticos para os participantes. - Avaliar o curso pelos participantes.

Justificativa
Devido as altas taxas de morbidade e mortalidade em comparação aos países desenvolvidos, esse problema ameaça causar sofrimento generalizado à mulher acometida e risco econômico ao país. Ações imediatas e deliberadas devem ser tomadas para evitar esse cenário. Esforços crescentes voltados à prevenção do câncer e diretrizes para o rastreamento precoce de casos podem evitar o sofrimento e a mortalidade, sobretudo de mulheres e farão com que o tratamento do câncer seja mais acessível e eficaz (GOSS et al., 2013). A falta de adesão da população feminina ao exame citopatológico e o intervalo de tempo prolongado entre as diversas etapas diagnósticas e terapêuticas favorece ao estadiamento avançado, à redução das taxas de sobrevidas e à elevação dos gastos públicos para o tratamento do câncer avançado e suas consequências. Daí a importância em investimento no rastreamento de pessoas que aparentemente estejam saudáveis, mas que podem estar acometidas pelas lesões precursoras, evitando sua progressão, quando o prognóstico é sem dúvida bastante promissor (KUSCHNIR; SILVA, 2015). No Brasil, o profissional enfermeiro é responsável pela coleta do exame citopatólogico na Atenção Básica de Saúde de mulheres residentes em sua área de abrangência. Para oferecer um serviço de qualidade para a prevenção do câncer do colo de útero e para o seu rastreamento é necessário capacitar esse profissional com o objetivo de atualizar seus conhecimentos baseados nas melhores evidências disponíveis para a coleta segura do exame citopatológico e de seu seguimento.

Beneficiário
A oferta do curso de atualização do exame citopatológico para profissionais enfermeiros da rede municipal de saúde e pós-graduandos é fundamental para a realização adequada de procedimentos preventivos em qualquer ponto de assistência às mulheres, sobretudo na Estratégia Saúde da Família.