TODA MÚSICA PARA TODOS!

Apresentação
O programa Toda Música Para Todos! é uma articulação bem-sucedida entre três projetos consolidados na UNIFAL: Camerata Theophillus, Madrigal Renascentista UNIFAL e Orquestra Popular da UNIFAL-MG. Desta articulação, surgiram os projetos Vivências Musicais e Integrações Musicais, em 2018. A proposta do programa, desde sua criação em 2017, é a difusão e fruição musical na UNIFAL-MG e na comunidade externa. O objetivo principal é fortalecer as ações de extensão universitária relacionadas à música, potencializando concertos, ensaios abertos, oficinas e intercâmbios culturais. E desta, imprimir um novo sentido em relação aos fazeres e saberes musicais em ambiente universitário sob a perspectiva de promover e difundir uma cultura musical amparada pelas diretrizes norteadoras da extensão universitária. A equipe gestora do programa é composta pelos professores Mário Danieli Neto e Helena Maria dos Santos Felício e pelos TAE'S Ivanei Salgado e Maria de los Angeles Castro Ballesteros.

Introdução
O programa Toda Música Para Todos! é uma articulação entre projetos consolidados no contexto extensionista da UNIFAL: Camerata Theophillus, Madrigal Renascentista Unifal e Orquestra Popular UNIFAL-MG. Essa articulação surgiu da necessidade de ampliar a atuação dos projetos no sentido de busca de mecanismos de manutenção e para ampliação do público atendido. A partir de 2018, o programa ampliou suas ações e percepções referentes aos fazeres e saberes musicais na universidade com a criação dos projetos Vivências Musicais e Integrações Musicais. Estes projetos articulam saberes e esforços para ampliar as ações dos projetos já integrados, no sentido de promover a fruição cultural na região em consonância às diretrizes extensionistas brasileiras. Os projetos centrais do programa são ações de grande longevidade na UNIFAL-MG. A Camerata Theophillus surgiu em 2008 como ação externa à UNIFAL-MG. Com a integração da camerata às ações extensionistas da universidade em 2009, o projeto recebeu aporte institucional e ampliou suas ações de forma a atender um maior número de pessoas e circular por diversas cidades brasileiras. O Madrigal Renascentista UNIFAL é um projeto de extensão voltado para o estudo e divulgação da Música Antiga, com ênfase para a Música Renascentista. O grupo iniciou as atividades em 2009, com participações em eventos, festivais e concursos nos estados de Minas Gerais e São Paulo. A Orquestra Popular da UNIFAL-MG, que até 2015 se intitulava como Orquestra de Violões, aborda a música popular com ênfase no cancioneiro regional (caipira). O projeto Vivências Musicais atua, principalmente, no intercâmbio de experiências, conhecimentos e elementos de formação relacionados à execução das atividades dos projetos. O projeto Integrações Musicais se configura como o diálogo entre propostas musicais diferentes que compartilhem a prática musical de conjunto e, com isso, integra linguagens musicais em repertórios distintos, além de promover a mobilidade de membros dos grupos. O objetivo principal do programa Toda Música Para Todos! é fortalecer as ações de extensão universitária no campo musical criando desdobramentos em ensaios abertos, concerto especial de Natal, série de concertos de coro e orquestra e capacitação artística na área musical. O próprio nome do programa sinaliza para a proposta democrática de fruição e difusão da música em diversas localidades do sul de Minas e de outras regiões. Em um cenário pouco favorável para realização de atividades de extensão universitária diante de dispositivos governamentais restritivos de investimento em educação, o programa anseia buscar parcerias com entidades públicas e privadas para ampliação de suas atividades. Com o programa Toda Música Para Todos!, as coordenações acreditam no avanço significativo da área musical na universidade abrindo possibilidades para outras articulações ao longo de 2019. Dessa forma, será possível desenvolver uma cultura musical integrada, compartilhada e multiplicadora.

Objetivo Geral
Fortalecer ações de extensão relacionadas às expressões artísticas musicais, de forma a ampliar essas atividades possibilitando maior interação de conhecimentos práticos, teóricos e artístico-culturais entre os grupos musicais Camerata Theophillus, Madrigal Renascentista Unifal e Orquestra Popular UNIFAL-MG e destes com a comunidade externa à universidade.

Objetivos Específicos
1- Propiciar aos participantes dos projetos culturais experiências múltiplas na área da música criando ambientes de aprendizagem e interação além da sala de aula; 2- Promover o intercâmbio de vivências entre componentes dos projetos Camerata Theophillus, Madrigal Renascentista Unifal e Orquestra Popular UNIFAL-MG, decorrentes do desenvolvimento de suas atividades, e daqueles com o público em geral, ampliando sua cultura musical. 3- Integrar projetos de extensão na área de música para melhor desenvolvimento prático e teórico, ampliando o público atendido pelos projetos componentes do programa; 4- Fomentar a formação de público para fruição da Música Antiga, em especial, a Música Renascentista, contribuindo para o fomento da cultura musical por meio do Madrigal Renascentista Unifal; 5- Divulgar a música de câmara no ambiente acadêmico e na comunidade externa à universidade por meio da Camerata Theophillus; 6- Estudar repertório musical dedicado à música popular brasileira com ênfase no cancioneiro regional (caipira) por meio da Orquestra Popular UNIFAL-MG; 7- Aprimorar os conhecimentos e habilidades musicais dos integrantes dos três projetos e público interessado, com o objetivo de agregar conhecimento técnico ao uso dos instrumentos utilizados no desenvolvimento de suas ações; 8- Oportunizar o acesso a uma produção musical pouco difundida, contribuindo com a valorização da diversidade cultural e fomentando a cultura musical. 9- Circular a produção artística dos projetos em diversas localidades brasileiras; 10- Contribuir para formação de público apreciador de música erudita e popular por meio de concertos e atividades formativas; 11- Realizar concertos especiais de coro e orquestra ao longo de 2019, apresentando as possibilidades de diálogos musicais entre estilos e formações diferentes; 12- Organizar a terceira edição da Cantata de Natal, em parceria com a Superintendência Municipal de Cultura de Alfenas; 13- Oferecer aos estudantes da UNIFAL-MG a possibilidade de engajamento em projetos de música contribuindo para sua permanência na universidade em consonância com o PNAES; 14- Apoiar a criação de grupos musicais reduzidos, envolvendo membros dos projetos e dessa forma criar ambientes favoráveis para expressão artística; 15- Estabelecer relações de parcerias entre diversos setores da sociedade para potencializar os benefícios resultantes dos projetos componentes do programa.

Justificativa
O cenário para os próximos anos se apresenta pouco favorável à Cultura e à Educação. Desta forma, o Programa Toda Música Para Todos!! reafirma a militância de todos os envolvidos no fazer musical em um momento pouco favorável para realização de atividades de extensão universitária, devido a diversos dispositivos governamentais restritivos de investimento em educação e cultura. E diante disso, iniciativas como o programa tornam-se imperativas no sentido de resistência da universidade pública brasileira como centros irradiadores de arte e cultura além da educação formal. O programa abriga os três principais grupos difusores da música na UNIFAL-MG e que são demandados frequentemente para apresentações em eventos culturais e eventos técnicos. A Camerata Theophillus é, reconhecidamente, a principal orquestra da cidade de Alfenas e já possui um público fidelizado. Além dessa importância na comunidade externa, o projeto é referência na UNIFAL-MG por constituir um espaço de difusão do conhecimento musical e de acolhimento aos estudantes que possuem ou tem interesse nesse conhecimento. Outro ponto de grande relevância é a sustentabilidade do projeto, pois com o encerramento do contrato do regente em setembro de 2017, o grupo manteve-se na ativa e, a partir de agosto de 2018, com a contratação de um novo profissional iniciou trabalhos em novos repertórios e novas dinâmicas de ensaio e apresentação. O Madrigal Renascentista UNIFAL-MG, considerado um grupo de referência no movimento de canto coral mineiro, é o principal difusor da Música Antiga na região proporcionando aos seus integrantes e ao público em geral o contato com um universo musical de vasta riqueza estética e conceitual. O Madrigal foi premiado por duas vezes no Festival Internacional Ameride, comprovando a qualidade musical do grupo. Tal como a Camerata, o Madrigal mostrou sustentabilidade ao prosseguir em atividade após o encerramento do contrato com o regente em 2017, até a contração de um novo regente em 2018, ingressando em novos repertórios. A Orquestra Popular difunde o cancioneiro popular em uma época de grande desvalorização da cultura popular brasileira e, por isso, assume uma característica de resgate de tradições por meio da música. A maioria do grupo é formada por membros da comunidade externa residentes em diversos bairros de Alfenas reforçando a participação da comunidade no desenvolvimento do projeto. Os outros dois projetos componentes do programa se constituem em espaços de formação e integração artístico-musical. O projeto Vivências Musicais procura desenvolver a vivência musical dos membros dos três grupos envolvidos com desdobramentos na comunidade interna e externa. Esse projeto é de fundamental importância para o desenvolvimento teórico-técnico dos membros dos grupos e a partir das “vivências musicais”, que podem ser em formato de oficinas, palestras, debates, grupos de pesquisa, grupos temáticos, entre outras ações, será possível ampliar o arcabouço teórico dos participantes e, consequentemente, impactar de forma positiva na produção acadêmica, na técnica e na cultura musical ao desenvolver estudos mais aprofundados da música. O projeto Integrações Musicais fortalece e difunde as experiências advindas de ações de arte-cultura para além das perspectivas endógenas dos muros imaginários que separam Universidade Pública e Sociedade. Dessa forma, os projetos poderão democratizar o diálogo de forma mais efetiva e democrática aos públicos internos e externos da UNIFAL-MG. O principal desdobramento desse projeto consiste em concertos e intervenções musicais produzidos e organizados pelo próprio programa. As ações do programa buscam a integração, diálogo e execução compartilhada de ações de extensão universitária na área de cultura que são fundamentais no sentido de atender as diretrizes extensionistas brasileiras, de forma a promover a interação dialógica entre indivíduos e setores envolvidos, possuir uma natureza interdisciplinar, contribuir para indissociabilidade dos três pilares da universidade e potencializar os impactos na formação e na sociedade com a vivência extensionista. Além desse constructo universalista de difusão da arte, principalmente da música, o programa inclui um forte componente afetivo à vida acadêmica dos membros propiciando um ambiente universitário mais agradável de vivências artístico-culturais fundamentais à permanência dos estudantes na universidade. Portanto, o Programa Toda Música Para Todos! e seus componentes são, notadamente, de grande importância extensionista e justificam sua continuidade, tendo em vista que este contribui para o fortalecimento das ações de extensão relacionadas às expressões artísticas musicais propiciando conhecimento teórico-prático, fruição da cultura, difusão cultural e interação entre UNIVERSIDADE e COMUNIDADE EXTERNA, atendendo os objetivos geral e específicos estabelecidos no escopo do programa.

Beneficiário
Estudantes e servidores da UNIFAL-MG; instrumentistas e cantores com interesse de integrar grupo musical; público em geral beneficiários da circulação de concertos e oficinas de Alfenas e outras localidades.