INTEGRAÇÕES MUSICAIS 2019

Apresentação
O projeto de extensão “Integrações Musicais” tem por objetivo articular os projetos componentes do Programa “Toda Música para todos!”, por meio da realização de atividades e concertos envolvendo os projetos Camerata Theophillus, Madrigal Renascentista da UNIFAL-MG e Orquestra Popular da UNIFAL-MG. O presente projeto propõe se constituir como um espaço de diálogo e experiências entre propostas musicais diferentes que compartilhem a prática musical de conjunto, permitindo a discussão, pesquisa e elaboração e execução de repertórios capazes de agregar esses três grupos musicais ampliando assim, o contato com estilos e práticas musicais distintas, mas respeitando e preservando as características fundamentais de cada projeto.

Introdução
O projeto Integrações Musicais foi pensado como proposta articuladora entre os grupos musicais que atuam na UNIFAL-MG já há bastante tempo, a saber: a Camerata Theophillus, o Madrigal Renascentista e a Orquestra Popular. Cada um desses grupos se constitui enquanto projetos de extensão distintos, porém com objetivos comuns, destacando-se a prática musical por meio do canto ou instrumentos, a pesquisa de repertórios musicais e o aprendizado musical. Neste momento, percebe-se a necessidade de integrar essas diferentes propostas musicais, fortalecendo suas atuações dentro e fora da UNIFAL-MG. A relevância do projeto Integrações Musicais consiste em promover o diálogo e articulação entre os projetos musicais da UNIFAL-MG constituindo um espaço de troca de saberes (acadêmicos e musicais) que propiciará, aos integrantes, novas vivências e experiências musicais. Na perspectiva acadêmica, a integração entre os projetos permitirá expandir os saberes dos participantes por meio da troca de conhecimento em diferentes áreas, visto que os integrantes dos projetos possuem bagagens próprias de suas áreas de atuação dentro e fora da universidade que poderão ser compartilhadas como aprendizado cotidiano. A importância social do projeto consiste em expandir horizontes de participação na sociedade de modo amplo, visto que a participação de pessoas que não são da academia tem sido uma característica marcante desses três projetos. Como não poderia deixar de ser, o projeto Integrações Musicais buscará o diálogo com a sociedade sempre com o sentido de troca de saberes, experiências e vivências em que a musicalidade se torne um objetivo comum. A abrangência do projeto será a mais ampla possível, pois não se trata de limitar a ação somente aos integrantes dos grupos musicais estabelecidos na universidade, mas sim, de levar essas experiências para um público maior e ao mesmo tempo, receber em troca experiências que permitam a reflexão sobre a importância e o impacto da música para o indivíduo e para a sociedade. Como resultados, espera-se a expansão, fortalecimento e integração dos projetos musicais da UNIFAL-MG com a universidade e com a sociedade.

Objetivo Geral
Integrar propostas musicais de forma a ampliar os impactos sociais e na formação dos participantes pela realização ações conjuntas entre Orquestra Popular da UNIFAL, Camerata Theophillus e Madrigal Renascentista UNIFAL.

Objetivos Específicos
Abrir novas possibilidades de troca de experiências e aprendizado musical e acadêmico entre os integrantes dos projetos musicais da universidade com a sociedade. Ampliar a diretriz extensionista de interdisciplinaridade com a articulação e execução conjunta dos projetos Orquestra Popular da UNIFAL, Camerata Theophillus e Madrigal Renascentista UNIFAL. Atender um público mais abrangente por meio de atuação em diversas localidades da região e de outros estados brasileiros; Criar uma agenda universitária de concertos musicais; Interagir grupos musicais de formações diferentes contribuindo assim para criação de novas iniciativas no campo da música; Propiciar um intercâmbio de conhecimentos práticos, teóricos e culturais entre músicos de formações distintas pela prática de conjunto; Apresentar as possibilidades de diálogo da música erudita e a música popular brasileira.

Justificativa
A região que abrange o município de Alfenas e seus vizinhos são conhecidos pela sua vocação musical. Desde a implantação da UNIFAL-MG, os projetos musicais desenvolvidos, como ações de extensão universitária, vem ampliando esse horizonte musical da região. Neste sentido, o papel da UNIFAL-MG como difusora de cultura vem se destacando cada vez mais. O projeto Integrações Musicais buscará fortalecer esse papel da universidade como polo de prática musical e espaço de cultura em sua relação com a sociedade. O projeto Integrações Musicais também se justifica pela necessidade de estreitamento de laços musicais que envolvam os projetos Camerata Theophillus, Madrigal Renascentista e Orquestra Popular, para que respeitando as especificidades de cada um deles possa-se também ampliar as perspectivas musicais de cada grupo por meio do trabalho conjunto, cooperativo e colaborativo.

Beneficiário
Integrantes dos projetos Camerata Theophillus, do Madrigal Renascentista e da Orquestra popular. Público em geral, servidores e discentes da UNIFAL-MG