II CAMINHADA CONTRA A DOR - PASSOS CONTRA A DOR

Apresentação
Para orientar a população e profissionais da saúde sobre a conscientização de que sentir dor não é normal e deve ser tratada, a Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED) criou a Campanha nacional “Brasil Sem Dor”, em 2017, no 13o Congresso Brasileiro de Dor. A ação impactou centenas de pessoas no local e gerou mais de 1,5 milhões em mídia espontânea na TV, revistas, jornais e internet, espalhando a notícia pelo Brasil. A Caminhada Pare a Dor, ação que integra a campanha nacional ganha espaço em outras cidades pelo país. Estes eventos para o público em geral tendem a aproximar as pessoas de profissionais da área de tratamento da dor.

Introdução
Preenchimento não necessário

Objetivo Geral
O principal objetivo desta iniciativa é desmitificar conceitos errôneos de que a automedicação não é prejudicial e ao mesmo tempo favorecer a prescrição correta e individualizada dos analgésicos.

Objetivos Específicos
Preenchimento não necessário

Justificativa
A dor é uma questão de saúde pública especialmente no Brasil, sobretudo pelos problemas socioeconômicos. Estudos mostram sua associação a baixa renda, menor escolaridade, alcoolismo, gênero feminino e alterações de saúde mental. Com a aferição adequada e sistemática da presença da dor, de sua intensidade, e da qualidade de vida dos pacientes, os hospitais e serviços de assistência podem acompanhar melhor a recuperação do paciente, fazer ajustes no tratamento, atenuar os efeitos colaterais do tratamento, diminuir o tempo de internação e reduzir custos.

Beneficiário
O público da ação são estudantes e profissionais da saúde que se envolvem no estudo e tratamento da dor, assim como, pacientes com disfunções músculo-articulares que causam dor de baixa e média intensidade.