LABORATÓRIO DE ENSINO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Apresentação
A formação de professores de matemática configura-se como um processo complexo e multifacetado, exigindo uma contínua reflexão e reelaboração de teorias e práticas docente, tornando-as consonantes com as exigências atuais do campo da educação. Isso exige que sejam criados no espaço universitário, comunidades de aprendizagem onde professores formadores, professores da Educação Básica e alunos de graduação possam compartilhar reflexões e ideias sobre a educação matemática, possibilitando novas ações. Nesse sentido, o Laboratório de Ensino em Educação Matemática (LEMA) torna-se um espaço privilegiado para ocorrer essa interação. Este projeto pretende utilizar um LEMA como um contexto propício para a formação inicial e continuada de professores de matemática, oferecendo oportunidades a futuros professores e para professores em serviço vivenciarem espaços formativos na utilização de tecnologias, de materiais manipulativos e de tarefas investigativas na sala de aula.

Introdução
O campo relacionado à pesquisa e ao ensino em formação de professores de matemática configura-se como um processo complexo e multifacetado que propõe à educação matemática uma contínua reflexão e reelaboração de teorias e práticas docente, tornando-as consonantes com as tendências atuais da educação. Esse fato exige que sejam criados, no espaço universitário, comunidades de aprendizagem nas quais professores formadores, professores da Educação Básica e futuros professores de matemática possam compartilhar reflexões, concepções e ideias sobre a prática do professor de matemática. Considera-se que a visão de outros sobre um assunto pode trazer aos envolvidos uma ressignificação de seus conceitos e crenças sobre o trabalho docente. O Laboratório de Ensino em Educação Matemática (LEMA) torna-se um espaço privilegiado para ocorrer essa integração. Nesse sentido, este projeto pretende utilizar um Laboratório de Ensino em Educação Matemática como um contexto propício para a formação inicial e continuada de professores de matemática. Isso se justifica pela importância apontada pela literatura especializada na formação de professores, que sejam oferecidas oportunidades para que professores em serviço e futuros professores vivenciem espaços formativos voltados para a utilização de tecnologias, de materiais manipulativos e atividades pedagógicas investigativas na sala de aula. Além disso, consideramos que este espaço possibilita o desenvolvimento de uma extensão das atividades universitárias , realizando uma aproximação entre a prática acadêmica e a prática de docência na Educação Básica. A filosofia utilizada no projeto compreende aspectos teóricos e metodológicos referentes à prática docente do professor e do futuro professor de matemática. A concepção que permeia o projeto é a de que a matemática é um componente de sustentação das práticas sociais e que o acesso a ela tem que ser garantido nos diferentes espaços educacionais.

Objetivo Geral
O objetivo geral do projeto é trabalhar com aspectos relacionados à utilização de um Laboratório de Educação Matemática (LEMA) na prática docente de matemática, oferecendo subsídios teórico-metodológicos para a conscientização e a utilização do mesmo como um espaço formativo para professores em serviço e futuros professores de matemática.

Objetivos Específicos
- Compartilhar resultados recentes de pesquisas desenvolvidas no âmbito da educação matemática com o profissional da educação básica; - Aprender, com o professor de matemática em serviço na escola básica, experiências pedagógicas bem sucedidas no que tange ao ensino e a aprendizagem da matemática. - Oferecer, aos futuros professores de matemática, oportunidades para ampliar seus conhecimentos didático-pedagógicos em relação à educação matemática; - Desenvolver atividades pedagógicas como: a) fichas de tarefas para aulas de matemática, b) roteiro de atividades para uso de tecnologias digitais nas aulas de matemática, c) adaptação de atividades para trabalho com alunos da educação básica. - Estreitar o contato entre os professores que ensinam matemática, na educação básica, com professores universitários e estudantes de licenciatura em matemática. - Oferecer oportunidades para que estudantes do curso de licenciatura em matemática possam vivenciar práticas pedagógicas diferenciadas e vislumbrar novas possibilidades de ensino e de aprendizagem da matemática. - Oferecer oportunidades para os futuros professores de matemática desenvolverem atividades com estudantes da educação básica.

Justificativa
Considera-se neste projeto que a prática pedagógica pode-se constituir por meio da aprendizagem compartilhada. Nesse sentido, o Laboratório de Ensino em Educação Matemática (LEMA) torna-se um espaço privilegiado para ocorrer a integração entre futuros professores de matemática, professores formadores e professores da Educação Básica. Considera-se, portanto, que o projeto propiciará uma interface entre os processos de ensino e de aprendizagem de futuros professores, os quais terão oportunidades para vivenciar práticas pedagógicas que ultrapassam o que a literatura educacional chama de "paradigma do exercício" (SKOVMOSE, 2000, 2014), com foco na investigação matemática e desenvolvimento de aspectos críticos durante seu período de formação. Os professores formadores, inseridos nesse espaço formativo, poderão refletir sobre sua própria prática docente e ainda obter elementos teórico-metodológicos que os auxilie na reelaboração de seus métodos de ensino e teorias de trabalho, o que traz contribuições importantes para o curso de formação em que os mesmos estejam inseridos (MIZUKAMI, 2004). Por sua vez, os professores da Educação Básica poderão se beneficiar em vários aspectos, como participar de (e também retornar a) um espaço acadêmico, consequentemente, de pesquisa. Além disso, poderão refletir sobre sua prática docente, vivenciar práticas pedagógicas diferenciadas, engajar-se em um ambiente onde são convidados a apresentar e refletir sobre suas expectativas e problemas do cotidiano escolar, contrastando-os com a visão acadêmica e com a de colegas oriundos de instituições de ensino com diferentes experiências. Este engajamento, por sua vez, proporcionará um aprendizado compartilhado ao grupo (FIORENTINI, 2007). Ademais, o oferecimento de workshops e palestras proporcionará momentos de apresentação e aplicação de novas abordagens teórico-metodológicas por futuros professores de matemática, contribuindo para uma aprendizagem com significado dos conceitos matemáticos envolvidos. Por conta da perspectiva adotada no desenvolvimento do projeto, considera-se que o impacto interno e externo do mesmo se configura nas interrelações que serão constituídas no espaço do Laboratório de Ensino em Educação Matemática, alcançando a reelaboração de práticas pedagógicas e a (re)formulação de novas formas de ensino e de aprendizagem da matemática, a partir da prática docente. Além disso, o projeto incentivará que os participantes, principalmente os bolsistas executores do projeto, elaborem atividades na forma de relatos de experiência e de artigos, visando seu envio para congressos e conferências da área da educação matemática e também para revistas especializadas em extensão universitária, ensino ou educação matemática.

Beneficiário
Estudantes do curso de Licenciatura em Matemática da UNIFAL-MG, professores de matemática da educação básica e estudantes da escola básica da cidade de Alfenas-MG e região.