PROGRAMA DE EXTENSÃO: ESTUDO DA POSTURA E DO MOVIMENTO

Apresentação
O programa desenvolve ações de promoção da saúde no trabalho por meio dos projetos de extensão “Ajuste-se- bem-estar no trabalho”, “Mãos que aliviam” e “Eu sou voluntário”. O Programa surgiu como necessidade de empregadores de Alfenas e de funcionários da UNIFAL que procuram o Curso de Fisioterapia para fornecerem orientações ergonômicas e laborais aos seus funcionários. Anualmente ocorre o Encontro de Extensão do Curso de Fisioterapia, integrando as ações de extensão do curso. Estas ações permitem integrar ações de ensino, pesquisa e extensão com o envolvimento de universitários e trabalhadores da comunidade e da UNIFAL-MG, contribuindo para a formação cidadã dos acadêmicos. Além de que, as ações do Programa, geram um impacto social, pois a educação continuada de trabalhadores e o incentivo de exercícios laborais, contribuem para diminuição da dor e favorecem a realização das atividades profissionais.

Introdução
Este programa, desenvolvido desde 2009, consiste em uma iniciativa para incentivar ações de promoção de saúde por meio de projetos que visam à prevenção de alterações da postura e do movimento, com consequente prevenção de dores, disfunções musculoesqueléticas e melhora da qualidade de vida que tanto comprometem a população em geral e são causas frequentes de absenteísmo. Buscando assim um impacto de transformação social e nas políticas públicas. São realizadas orientações ergonômicas e preventivas de cuidado com a saúde, exercícios para favorecer uma boa postura e movimento, exercícios cardiorrespiratórios, massagem terapêutica e implantação de um material educativo digital, desenvolvido no Programa, com orientações posturais e de ginástica laboral a ser utilizado após treinamento de tutores nos demais campi da Unifal-MG. Além disso, o evento promovido pelo Programa, Encontro de Extensão do Curso de Fisioterapia, visa analisar o perfil extensionistas do curso. As necessidades da comunidade e que nortearão as ações do Programa, que podem ser ajustadas de acordo com a demanda da população. Com uma equipe composta por docentes e discentes de cursos da área de saúde (fisioterapia, enfermagem e nutrição) da UNIFAL, o Programa levantará dados relativos a modificações da postura e do movimento que podem levar a incapacitação de universitários e trabalhadores da comunidade interna e externa da UNIFAL-MG. Os acadêmicos envolvidos terão a oportunidade de conhecer o processo de abordagem e de avaliação da população envolvida e de aplicar o conhecimento técnico cientifico adquirido com vistas a contribuir com a saúde da população local. As ações a serem realizadas exigirão conhecimentos prévios e resultarão em sedimentação cientifico-profissional, sendo um importante exercício a ser desenvolvido ao longo do programa. Espera-se como resultado dessa ação desenvolver estudos intervencionistas centrados nas necessidades de saúde da comunidade, bem como realizar intervenções de promoção, de prevenção e de recuperação da saúde junto ao indivíduo ou ao grupo social. Ademais, como resultado do programa, deseja-se levar o aluno a vivenciar a interdisciplinaridade, refletindo sobre suas relações com a Saúde Coletiva e com a formação dos profissionais de saúde. Além disso, espera-se a articulação com a pesquisa e a disseminação de seus resultados por meio da apresentação de trabalhos em eventos científicos e de extensão. A relação do Programa com a pesquisa é reforçada por meio do desenvolvimento de trabalhos de iniciação científica nas diversas áreas do conhecimento em Fisioterapia, orientadas pelos docentes participantes do Programa, além da participação de alunos em projetos de pesquisa vinculados a programas de pós-graduação strictu-sensu da Instituição. O Programa está vinculado as atividades do Grupo de Pesquisa “Estudos em Fisioterapia Aplicada”, “Grupo Interdisciplinar de Pesquisa” e “Avaliação e intervenção em doenças musculoesqueléticas e neuromusculares”.

Objetivo Geral
Otimizar as ações que serão realizadas em cada projeto vinculado ao Programa, em que o denominador comum é desenvolver ações de promoção da saúde relacionados a postura e movimento.

Objetivos Específicos
-Desenvolver ações de orientações ergonômicas, rodas de conversa e exercício em grupo para comunidade interna e externa a UNIFAL-MG, por meio do Projeto de Extensão Ajuste-se: bem-estar no trabalho; - Desenvolver ações de massoterapia que minimizem as dores musculares que afetam a funcionalidade da comunidade interna e externa a UNIFAL-MG, por meio do Projeto Mãos que Aliviam; - Realizar avaliações e intervenções fisioterapêuticas em pacientes com doenças crônico-degenerativas e agudas promovendo a melhora da postura e do movimento, por meio do Projeto Eu sou voluntário; - Realizar avaliações e intervenções nutricionais em indivíduos com alteração ponderal ou metabólica na Clínica Escola de Fisioterapia da UNIFAL; por meio do Projeto Eu sou voluntário, - Promover o incentivo à prática de atividade física nas comunidades interna e externa a UNIFAL-MG, por meio de todos os Projetos do Programa; - Promover a melhoria da qualidade de vida no trabalho das comunidades interna e externa à UNIFAL-MG, por meio de todos os Projetos do Programa; - Promover o encontro dos diversos projetos de extensão do curso de fisioterapia buscando analisar o perfil extensionistas do curso, por meio do Encontro de Extensão do Curso de Fisioterapia.

Justificativa
No atual contexto de atenção a saúde, a formação dos profissionais da área, seguindo as diretrizes curriculares do Ministério da Educação e Cultura (MEC), sinaliza uma formação preocupada não apenas as práticas curativas e reabilitadoras, mas maior incentivo às práticas de promoção de saúde. Por outro lado, as exigências de produtividade e desempenho impostas à população em geral trazem desafios crescentes e consequências à saúde. Desta forma, os profissionais da saúde têm importante papel nas práticas preventivas em suas diversas atuações, uma vez que oferece subsídios para diminuição do impacto negativo da função sobre o organismo humano em toda sua extensão. Dentro desta linha de pensamento, o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Fisioterapia da UNIFAL “busca a inserção do aluno na realidade social e nos espaços de atuação profissional, fortalecendo parcerias entre a instituição de ensino e as instituições dos serviços da Rede Básica e Hospitalar, nos campos de ensino prático e dos Estágios Obrigatórios, bem como a formação integral e adequada do estudante através de uma articulação entre o ensino, a pesquisa e a extensão/assistência”. Com esse propósito, o Curso de Fisioterapia da UNIFAL-MG conta com um grupo de docentes vinculados ao Programa de Extensão – “ESTUDO DA POSTURA E DO MOVIMENTO” e ao grupo de pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) intitulado “Estudos em Fisioterapia Aplicada”, “Grupo Interdisciplinar de Pesquisa” e “Avaliação e intervenção em doenças musculoesqueléticas e neuromusculares” .e associam suas atividades de extensão a suas atividade de pesquisa. O Programa de Extensão “ESTUDO DA POSTURA E DO MOVIMENTO” cumpre com sua responsabilidade social, de acordo com as determinações da Organização Mundial da Saúde (OMS), nas ações preventivas de educação e promoção de saúde com a implementação de projetos de ação interdisciplinar, direcionados às diversas áreas de atuação com função social, preventiva, educativa, curativa e reabilitadora. Atualmente são desenvolvidas atividades de ensino, pesquisa e extensão que contribuem para a formação profissional dos acadêmicos, pautada na qualidade, cidadania e consciência social. O presente programa integra os seguintes projetos: - Ajuste-se: bem estar no trabalho: cujo objetivo é desenvolver ações de promoção da saúde por meio de orientações e exercícios em grupo para trabalhadores quanto aos cuidados com a postura corporal; -Mãos que Aliviam: tem como objetivo promover o bem-estar físico e psíquico no ambiente de trabalho dos servidores da UNIFAL e da comunidade externa por meio de aplicação de massagem terapêutica. -Eu sou voluntário: tem como objetivo promover atendimento fisioterapêutico e demais áreas da saúde a indivíduos da comunidade externa e exercer ações acadêmicas voluntárias aos pacientes da Clínica-Escola de Fisioterapia, desenvolvendo atividades de pesquisa, ensino e extensão com acadêmicos dos cursos de Fisioterapia e Nutrição da UNIFAL-MG. Durante as ações são inseridos momentos para atividades de ensino e pesquisa, algumas associadas a propostas de iniciação científica da UNIFAL-MG. Além disso, estas ações contam com a participação de nove docentes e 35 discentes. O presente programa participou com seus projetos nos seguintes eventos entre 2015 - 2018: “Acolhida ao Calouro” (2016, 2018); “Run for Parkinson” (2016, 2018); “1a a 4ª Semana de Cessação do Tabagismo” (2015-2018); “Semana de Promoção da Saúde dos Servidores” (2015 - 2018) e “1º ao 4º Agita UNIFAL-MG” (2015-2018); “1º ao 4º Encontro de Qualidade de Vida e Promoção de Saúde- Poços de Caldas” (2015 e 2018); “1º ao 4º Encontro de Qualidade de Vida e Promoção de Saúde- Varginha” (2015-2018); “Semana de Ciências e Tecnologia da Unifal” (2015, 2016 e 2018). Apresentações de trabalhos nos eventos: Congresso Sul Mineiro de Fisioterapia da UNIFAL (2015 e 2017) e Encontro de Extensão do Curso de Fisioterapia (2016 a 2018); I Simpósio Mineiro de Pós Graduação (2015), Simpósio Integrado da UNIFAL/MG: Iniciação Científica e Extensão construindo conhecimentos (2015-2018); 7º CBEU (2016), 24º Siicusp (2016). Além de palestras para funcionários da UNIFAL-MG, funcionários da Copasa (2015 e 2017), funcionários da Caixa Econômica Federal (2015), funcionários do Imesa (2016) e funcionários da Ipanema Coffee (2017). Houve publicação de três artigos em 2015, um em 2016, um em 2017 e outro em 2018, a partir das ações de projetos de extensão vinculados ao programa e diversos resumos publicados em anais de eventos científicos. Por fim, considera-se que este programa poderá aprimorar as atividades já desenvolvidas e estimular ainda mais a integração ensino, pesquisa e extensão.

Beneficiário
Serão beneficiados pelas ações do Programa servidores e estudantes da UNIFAL-MG, bem como trabalhadores da comunidade de Alfenas e pacientes da APAE de Alfenas.