ODONTOLOGIA HOSPITALAR PARA PACIENTES ONCOLÓGICOS

Apresentação
A Odontologia Hospitalar caracteriza-se por um conjunto de estratégias que visam a prevenção, o diagnóstico e o tratamento das manifestações bucais que afetam o paciente hospitalizado. O cirurgião-dentista atua de forma ativa juntamente a uma equipe multidisciplinar da instituição. Torna-se indispensável a presença do dentista na promoção de saúde de pacientes oncológicos, visto que a cavidade bucal é um sítio comumente afetado por lesões oriundas do tratamento oncológico. Este projeto tem por objetivo realizar uma pesquisa no Hospital Santa Casa de Alfenas (MG), o qual será feita através da coleta de dados dos pacientes em tratamento antineoplásico. Os dados serão analisados para avaliar as prevalências das manifestações orais nos pacientes em tratamento oncológico em relação ao sexo, idade e tipo de tumor/tratamento. Além disso, orientar e promover cuidados odontológicos antes, durante e após as terapias antineoplásicas para melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Introdução
A odontologia hospitalar pode ser definida como uma prática odontológica realizada no ambiente hospitalar, a qual através de manobras de prevenção, diagnóstico e tratamento busca a saúde e a qualidade de vida do paciente internado (4). É fundamental que o cirurgião dentista trabalhe em associação a uma equipe multidisciplinar para promover um tratamento integral ao paciente (2, 4). No séc. XIX, as práticas de saúde eram orientadas visando apenas à intervenção curativa proposto pelo modelo biomédico. A partir do séc. XX, iniciou-se a integração do modelo psicossocial ao ensino e às práticas em saúde, visando um modelo biopsicossocial (8). Nesse contexto, demanda-se um enfoque não somente curativo, mas principalmente preventivo (2). Ao longo dos últimos anos, demandou-se um grande esforço pelo dentista na conquista do seu espaço no hospital (1). Destaca-se o seu papel na prevenção de agravos decorrentes de infecções presentes na cavidade bucal e/ou em decorrência dos tratamentos oncológicos, além da promoção de melhorias na condição sistêmica do paciente. Portanto, contribui com a diminuição da ocorrência de infecções respiratórias, da mortalidade, da utilização de antimicrobianos sistêmicos, bem como os gastos gerais do hospital (11). Diversas são as doenças sistêmicas que apresentam manifestações bucais que predispõem ao desenvolvimento de patologias que agravam a condição do paciente, destacando-se as neoplasias malignas (15). Outra problemática se relaciona à quimioterapia/radioterapia, visto que podem levar à aparição de manifestações orais devido à imunossupressão causada no paciente (7). Deve-se também considerar os fatores próprios do tumor, bem como os fatores referentes ao paciente como o estado nutricional, gênero, idade, fatores psicológicos (13, 14) e as patologias orofaciais preexistentes que predispõem o paciente ao surgimento de lesões orais durante o tratamento oncológico (13). Com base nisso, salienta-se a necessidade da adoção de medidas preventivas pelo dentista antes do início do tratamento oncológico, com o intuito de reduzir ou eliminar focos de infecção. Como medidas preventivas, adotam-se procedimentos de profilaxia, tratamento periodontal, exodontias, laserterapia e remoção de cárie. Além disso, é de suma importância dar orientações ao paciente acerca dos cuidados com a higiene oral, alimentação e remoção dos hábitos nocivos, como o álcool e o fumo (13). As manifestações bucais mais comumente observadas durante o tratamento oncológico incluem: xerostomia, mucosite, cárie de radiação, candidíase, trismo, osteorradionecrose(13). Sendo assim, ressalta-se a importância do dentista, na atenção terciária, em associação aos demais profissionais da saúde, contribuindo para o alcance de melhores resultados com relação à terapêutica médica e ofertando um tratamento completo e humanizado aos pacientes do Centro Oncológico da Santa Casa em Alfenas - MG.

Objetivo Geral
Desenvolver um serviço de odontologia hospitalar que ofereça à comunidade um tratamento adequado e completo de forma a melhorar a qualidade de vida dos pacientes internados e que, portanto, sirva de referência na região. Além disso, fornecer aos acadêmicos envolvidos no projeto conhecimentos básicos de prevenção, diagnóstico e tratamento de lesões que agravam o quadro clínico do paciente.

Objetivos Específicos
(i) Obter, analisar e documentar dados referentes à saúde bucal dos pacientes; (ii) Analisar dados obtidos e avaliar as prevalências das manifestações orais nos pacientes em tratamento oncológico em relação ao sexo, idade e tipo de tumor/tratamento; (iii) Traçar novas estratégias para buscar uma melhoria na qualidade de vida dos pacientes internados;(iv) Orientar os pacientes quanto aos hábitos de higiene oral e a dieta; (v) Orientar aos pacientes usuários de prótese (parcial ou total) quanto à higienização visto que são focos de infecção; (vi) Orientar os pacientes com relação a remoção de hábitos nocivos como álcool e o fumo; (vii) Realizar exame clínico e avaliar as necessidades de cada paciente; (viii) Realizar procedimentos profiláticos em pacientes sob tratamento oncológico; (ix) Realizar biópsias de lesões bucais; (x) Tratar lesões bucais decorrentes do tratamento oncológico; (xi) Auxiliar e instruir a equipe que realiza a higienização oral do paciente, para que seja dada a devida atenção à cavidade bucal da maneira mais eficiente possível. (xii) Orientar e analisar, através de uma extensão a parte do leito hospitalar, a população de Alfenas acerca do câncer, principalmente o que acomete a cavidade oral.

Justificativa
Com o crescente número de pacientes oncológicos e onco-hematológicos atendidos na Santa Casa de Alfenas-MG, torna-se necessário a inserção do cirurgião-dentista no leito hospitalar, visto que o tratamento oncológico é um potencial causador de manifestações orais no paciente, o qual pode acometer a qualidade de vida do internado, e até mesmo agravar o seu quadro clínico. Portanto, o serviço de Odontologia Hospitalar visa proporcionar aos pacientes conforto e promoção de saúde.

Beneficiário
Usuários dos serviços oncológicos da Santa Casa de Alfenas - MG, os discentes, visto que o projeto visa a difusão e a troca de conhecimentos entre os acadêmicos, professores e profissionais atuantes no hospital e, também, a população em geral, visto que serão realizadas exposições em praça pública.